A Biblical Archeology Society publicou um artigo muito interessante levantado a hipótese de que um vizir de um dos faraós que tem um nome semita tenha sido José do Egito, o jovem hebreu que preparou o império para sete anos de seca. Segue adiante um resumo do artigo:

Em 1980, o egiptólogo Alain Zivie começou a escavar uma tumba em Saqqara, Egito (perto do Cairo). Ele e sua equipe rapidamente descobriram que isso não era um complexo comum. Repleta de câmaras ocultas, a tumba tinha quatro níveis. Enquanto lutavam contra rochas em colapso devido à erosão da água no penhasco acima, eles cuidadosamente descobriram várias salas. Finalmente, em 1987, eles descobriram a câmara funerária do túmulo com os restos do vizir egípcio, Abdiel, sua esposa Tauret e seu filho Huy. Cada um deles foi enterrado em três caixões.

Bens extraordinários encheram a sala: jarros canopos, um diadema e um cúbito de madeira que listava alguns dos títulos de prestígio de Abdiel. Esses itens, juntamente com as inscrições e ilustrações do túmulo, ajudam a pintar uma imagem da importância de Abdiel no antigo Egito.

Em seu artigo “O Homem do Faraó, ‘Abdiel: O Vizir com um Nome Semítico” publicado na edição de julho/agosto de 2018 da Biblical Archaeology Review, Alain Zivie explora essa figura intrigante, o vizir egípcio Abdiel, que viveu no século XIV AC. e quem provavelmente serviu a dois faraós, Amenhotep III e Amenhotep IV (mais conhecido por seu nome posterior Akhenaton).

O nome de Abdiel é incomum. Em egípcio, é “Abed-El”. Aped é a maneira egípcia de transliterar a palavra semítica eved, que significa ‘servo’. Assim, Alain Zivie acredita que o nome do vizir teria sido pronunciado Abdiel . A segunda parte de seu nome consiste no nome de ‘Abdiel ‘ é deus – El, o chefe do panteão siro-cananeu. Assim, “Abdiel” significa “servo de [deus] El”. El é também o termo semítico genérico para “deus” e um dos nomes da divindade dos israelitas na Bíblia hebraica.

Abdiel tinha muitos títulos, incluindo “chefe da cidade”, “vizir”, “general dos cavalos”, “chefe em toda a terra”, “mensageiro do rei(embaixador)”  e “pai de deus”. Este é um termo para o conselheiro que conhecia o faraó quando criança. “Abdiel é o único vizir na história do antigo Egito a ser chamado de” filho do kap(alguém criado ou educado no palácio)”. Ele também tem o título de “primeiro servo de Aton em …” Embora o final deste título não seja legível, a parte sobrevivente mostra que “Abdiel estava ligado ao deus egípcio Aten(deus sol), cuja adoração ganhou proeminência durante o reinado de Akhenaton.

Ele era um funcionário (mais provável de origem estrangeira) com um nome semítico, que significa “servo de deus”, que se tornou um vizir no antigo Egito, pode lembrar de muitas formas a figura de José do Egito na Bíblia. Alain Zivie rapidamente esclarece que não está identificando “Abdiel como José, nem está dizendo que José era uma pessoa histórica.

Na Bíblia, José, filho de Jacó (também chamado Israel) e Raquel, nasceu em Harã(norte do Levante). Sua família se instala na terra de Canaã(sul do Levante), e ele cresce lá até que seus irmãos o vendam como escravo(por volta dos 17 anos). Ele acaba na casa de um oficial egípcio chamado Potifar, que era o capitão da guarda. José se destaca na casa de Potifar até que a esposa de Potifar acusa a José para uma tentativa de violação. José então cai na prisão, onde permanece por vários anos. Durante esse tempo, ele interpreta sonhos para dois membros da casa do faraó. As interpretações de José se tornam realidade e, dois anos depois, quando o faraó tem sonhos perturbadores, a habilidade de José de interpretar sonhos é lembrada.

José foi convocado da prisão e interpreta os sonhos do faraó – prevendo uma fome severa. Faraó então faz com que José aos 30 anos, seja o segundo no comando do Egito e o encarregua de guardar provisões para a fome. É neste papel, José é mais tarde reconectado com seus irmãos, que vão ao Egito para comprar grãos e, eventualmente, com toda a sua família. Juntando-se a José, eles se refugiam da fome no Egito(Gênesis 30–47).

Existem semelhanças entre a figura bíblica de José e o vizir “Abdiel”. Ambos têm nomes semíticos(e origens prováveis) e ascendem a posições proeminentes no Egito. No entanto, embora essas semelhanças sejam marcantes, não é possível correlacionar as duas – com base nas evidências arqueológicas existentes.

No entanto, o vizir Abdiel foi uma figura importante e intrigante no Egito do século XIV AC.

Fonte: CafeTorah